Bolsa de Xangai cai 2,93% e lidera perdas na Ásia

Publicado em 23/05/2011 08:39 134 exibições
 A desaceleração na atividade econômica na China e a crescente inquietação com a crise das dívidas públicas na Europa colocaram os investidores em estado de alerta nos mercados acionários da Ásia nesta segunda-feira.

Em Xangai, o índice Shanghai Composite caiu 2,93%, para 2.774,57 pontos, depois que o indicador que mede a produção manufatureira na China recuou ao menor nível em 10 meses. O Índice dos Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), calculado pelo HSBC e pela empresa de pesquisas Markit Economics, saiu de 51,8 em abril para 51,1 neste mês. Apesar da redução, o indicador permanece acima de 50 pontos, marca que separa a contração da expansão. 

Em Hong Kong, o Hang Seng também apresentou forte desvalorização - cedeu 2,11%, para 22.711,02 pontos, com queda de mais de 2% nas ações do Bank of China e PetroChina.

O movimento nos mercados asiáticos reflete ainda o desconforto provocado pelo rebaixamento da nota de crédito da Grécia pela agência de classificação de risco Fitch e a preocupação com a Itália, que recebeu o primeiro alerta em relação à sua solvência. A Standard & Poor´s rebaixou a perspectiva de crédito da Itália de “estável” para “negativa”, alegando dúvidas quanto à capacidade do país em honrar seus compromissos diante de projeções de fraco crescimento. 

Na Espanha, o resultado das eleições ocorridas no fim de semana, com a derrota do Partido Socialista do primeiro-ministro José Luis Rodrígues Zapatero, amplia os temores em torno dos ajustes necessários para se evitar o agravamento da crise no país. 

Na bolsa de Tóquio, o Nikkei 225 recuou 1,52%, para 9.460,63 pontos. As ações da Canon declinaram 0,95% e as da Toyota, 0,61%. O Taiwan Taiex, da bolsa de Taipé, teve queda de 1,01%, somando 8.747,51 pontos, enquanto o índice Kospi, de Seul, caiu 2,64%, para 2.055,71 pontos. 

Em Sydney, o S&P/ASX 200 se desvalorizou 1,89%, ficando em 4.643 pontos, levado por bancos e mineradoras. As ações do ANZ Banking Group cederam 3,38%. BHP Billiton e Rio Tinto caíram mais de 1%.
Fonte:
Valor Online

0 comentário