Bolsas da Ásia sobem, apesar do avanço da inflação na China

Publicado em 14/06/2011 08:26 217 exibições
O aumento da inflação na China não impediu que os principais indicadores das bolsas asiáticas registrassem ganhos nesta terça-feira. Além de dados inflacionários, os investidores avaliaram o desempenho das vendas no varejo e da produção industrial chinesa.

Em Xangai, o Shanghai Composite ganhou 1,10%, avançando aos 2.730,04 pontos. Na mesma direção, o Taiwan Taiex, da bolsa de Taipé, subiu 1,33%, para 8.829,21 pontos. O Kospi, da bolsa de Seul, também teve valorização acentuada, de 1,37%, aos 2.076,83 pontos. Já o índice Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, registrou leve retração, de 0,05%, fechando aos 22.496 pontos.

Ainda nesta jornada, o governo chinês anunciou novo aumento no compulsório para conter a inflação, que registrou em maio o maior patamar em quase três anos.

Em Tóquio, o Nikkei 225 avançou 1,05%, para 9.547,79 pontos, depois que o banco central japonês manteve os juros básicos da economia próximos a zero e anunciou um programa para ajudar na recuperação do país após o terremoto de 11 de março.

As ações da Tokyo Electric Power (Tepco), responsável pela usina nuclear de Fukushima, saltaram 25% com a notícia de que o governo japonês aprovou uma lei de assistência econômica à operadora, para que seja possível indenizar as vítimas da crise nuclear.

Em Sydney, os negócios foram puxados pelos bancos. O S&P/ASX 200 subiu 0,50%, para 4.585,00 pontos, influenciado pelo movimento das ações de bancos.

Fonte:
Valor Online

0 comentário