Grécia provoca fortes perdas nas bolsas da Ásia

Publicado em 16/06/2011 08:17 124 exibições
As bolsas asiáticas registraram fortes perdas nesta quinta-feira, evidenciando o temor dos investidores de que a crise na Grécia se espalhe por outros países. A insegurança do mercado foi alimentada ontem pela notícia de que o governo grego não conseguiu entrar num acordo com a oposição para promover os ajustes econômicos necessários e, assim, procurar evitar o colapso do país.

No mercado, circulam rumores de que o primeiro-ministro George Papandreou poderá renunciar ao cargo. A expectativa é de que um novo gabinete ministerial seja anunciado ainda hoje.

No Japão, o índice Nikkei 225 recuou 1,70%, para 9.411,28 pontos, enquanto em Hong Kong, o índice Hang Seng teve baixa de 1,75%, aos 21.953,10 pontos. As ações do Bank of China perderam 1,80% neste pregão.

Em Seul, a queda foi ainda mais acentuada, 1,91%, com o índice Kospi marcando 2.046,63 pontos, com as grandes exportadores contabilizando fortes retrações. As ações da Samsung caíram 1,97% e as da Hyundai Motor, 2,77%.

O Taiwan Taiex, da bolsa de Taipé, por sua vez, recuou 2%, para 8.654,43 pontos e, em Xangai, o Shanghai Composite sofreu desvalorização de 1,52%, aos 2.664,28 pontos.

Na bolsa de Sydney, o S&P/ASX 200 teve queda de 1,92%, aos 4.479,20 pontos, puxado pelo setor bancário. As ações do Westpac caíram 2,94%, acompanhadas pelas do ANZ Banking (-2,15%) e do Commonwealth Bank Australia (-2,11%).

Fonte:
Valor Econômico

0 comentário