Ante preocupação com crise na Europa, bolsas da Ásia terminam em queda

Publicado em 20/06/2011 08:59 151 exibições
As bolsas asiáticas terminaram a jornada em baixa, em meio às preocupações dos investidores com a crise na Europa e com a economia chinesa.

Os ministros europeus de Finanças condicionaram a liberação da próxima parcela do plano de socorro à Grécia à aprovação de medidas de austeridade pelo Parlamento grego.

Na China, os negócios ainda foram influenciados pelo temor de novas medidas por parte do governo para frear o avanço de preços, principalmente de imóveis.

O Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, fechou em baixa de 0,82%, aos 2.621,25 pontos, enquanto em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,44%, para 21.599,51 pontos. As ações da Sino Land, uma das principais companhias do setor imobiliário chinês, tiveram desvalorização de 2,98%.

Em Taipé, o Taiwan Taiex recuou 1,22%, para 8.530,68 pontos e, em Seul, o índice Kospi cedeu 0,77%, para 2.019,65 pontos.

Na bolsa de Sydney, o S&P/ASX 200 declinou 0,74%, para 4.451,70 pontos, levado pelas mineradoras. Os papéis da BHP Billiton caíram 1,41%, acompanhados pelos da Newcrest (-1,20%) e os da Rio Tinto (-0,67%).

Na contramão do mercado, a bolsa de Tóquio apresentou leve valorização, com auxílio do setor de energia. O Nikkei 225 subiu 0,03%, para 9.354,32 pontos. As ações da Tokyo Electric Power (Tepco), responsável pela usina nuclear de Fukushima, avançaram quase 10%, enquanto as da Kansai Electric Power e da Chubu Electric Power ganharam mais de 7%.

Fonte:
Valor Online

0 comentário