Inflação pelo IPCA-15 fica em 0,23% em junho e em 4,1% no 1º semestre

Publicado em 21/06/2011 09:49 194 exibições
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) subiu 0,23% em junho, depois de elevação de 0,70% um mês antes. Em mesmo mês de 2010, o indicador tinha aumentado 0,19%. Nos 12 meses até junho, o avanço foi de 6,55%, excedendo a taxa apurada nos 12 meses imediatamente anteriores, de 6,51%.

"Os transportes foram responsáveis pela forte desaceleração do IPCA-15 de maio (0,70%) para junho (0,23%). O grupo apresentou queda de 0,73%, enquanto havia subido 0,93% no mês anterior", observou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em nota. Essa mudança de direção foi influenciada pelo barateamento da gasolina e do etanol.

Além dos transportes, o organismo citou o movimento de Alimentação e bebidas, que deixaram um acréscimo de 0,54% em maio para ampliação de 0,11% um mês depois. O IBGE deu destaque para o comportamento de produtos como arroz (-2,02%), frutas (-4,08%), peixes (-5,14%) e batata-inglesa (-13,03%).

No primeiro semestre deste ano, o IPCA-15 marcou alta de 4,10%, contra incremento de 3,35% em igual período do calendário passado. Apenas no segundo trimestre, o indicador teve expansão de 1,71%.

Para o cálculo do IPCA-15, os preços foram coletados de 14 de maio a 13 de junho e comparados com aqueles vigentes de 13 de abril a 13 de maio de 2011. O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

O IBGE notou que a metodologia utilizada é a mesma do IPCA, com diferença apenas no período de coleta dos preços.

Fonte:
Valor Online

0 comentário