Senado italiano aprova pacote de corte de gastos

Publicado em 14/07/2011 14:25 171 exibições
O senado italiano aprovou nesta quinta-feira o pacote de medidas de austeridade para tentar reduzir o déficit público, em meio a temores de que o país seja atingido por uma crise como a da Grécia.

O plano econômico foi aprovado com 161 votos a favor, 135 contra e três abstenções.

A aprovação final para as medidas de austeridade deverá ser votada pela Câmara baixa do parlamento na próxima sexta-feira.

O plano de ajuste, que foi retocado e endurecido nos últimos dias. As medidas visam reduzir a dívida pública para 3% do Produto Interno Bruto em 2012 e 0,2% do PIB até 2014, para acalmar o mercado internacional.

Entre as medidas, estão a redução de gastos públicos, ajustes e cortes no setor previdenciário, redução dos subsídios do governo para administrações regionais, privatização de empresas estatais e municipais, taxação de ganhos em operações financeiras e proibição de que funcionários acumulem cargos públicos.

Baixo crescimento
Quarta maior economia da União Europeia e terceira maior da zona do euro, a Itália registra um dos menores crescimentos no continente. Em 2010 o PIB italiano cresceu 1,2% e perdeu o posto de sétima maior economia do mundo para o Brasil.

A enorme dívida pública italiana, de 120% do PIB, foi uma das principais causas do temor que afetou os mercados financeiros na última segunda-feira. Entre os países da zona do euro, esse percentual só é menor que o da Grécia, cujo endividamento atinge 150% da riqueza nacional.

Fonte:
G1.com

0 comentário