Itália: Câmara deve ratificar plano de ajuste de 79 bi de euros

Publicado em 15/07/2011 09:44 265 exibições
O governo de Silvio Berlusconi deve aprovar nesta sexta-feira na Câmara dos Deputados um plano de ajuste que prevê fornecer 79 bilhões de euros aos cofres do Estado em quatro anos, embora sindicatos e empresários o considerem insuficiente.

Para acalmar as turbulências dos mercados, em apenas três dias o governo italiano conseguiu fechar um ambicioso plano de ajuste introduzindo novas medidas e cortes para elevar de 47 bilhões a 79 bilhões de euros o previsto inicialmente.

Da mesma forma que ontem no Senado, o Governo pedirá, por volta das 13h (horário de Brasília), um voto de confiança à Câmara para aprovar rapidamente o decreto, que desta maneira já entrará em vigência na próxima segunda-feira. A imprensa italiana afirma que é possível que o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi, assista à votação na Câmara.

O plano consta de quatro fases de cortes: 3 bilhões de euros para 2011, 6 bilhões para 2012, 25 bilhões para 2013 e 45 bilhões para 2014, o que deixa o maior peso de economia para a próxima legislatura. O texto prevê cortes de 21,6 bilhões de euros às regiões e entidades locais e a limitação no uso de voos de Estado, salvo os do primeiro-ministro e os dos presidentes da República, da Câmara e do Senado, que também não serão afetados pela restrição de carros oficiais.

Fonte:
EFE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário