Moody's sugere eliminar teto da dívida americana

Publicado em 18/07/2011 15:06 282 exibições
A agência Moody's sugeriu nesta segunda-feira a eliminação por completo do teto de endividamento dos Estados Unidos. A Casa Branca e congressistas americanos ainda não chegaram a um acordo sobre a ampliação do teto da dívida e está cada vez mais próximo o prazo final para tratar a questão antes de um eventual default americano.

A rede de notícias CNN reportou que a agência "jogou água fria" na ideia de um plano B, que ganha força entre legisladores uma vez que estão mais distantes as chances de um acordo de compromisso. O plano foi desenhado pelos senadores Mitch McConnell e Harry Reid, e permite uma ampliação do nível de endividamento, mas a culpa política pela ação sai do Congresso e recai na Casa Branca.

A medida envolve três elevações no teto da dívida e possibilidade de os congressistas registrarem sua desaprovação. O primeiro aumento no limite de endividamento, conforme a CNN, seria de US$ 700 bilhões e mais dois de US$ 900 bilhões cada. O teto atual é de US$ 14,3 trilhões.

Para a agência, a proposta deve trazer certo alívio, mas tem de incluir cortes de gastos substanciais.

Na semana passada, a Moody's colocou a nota soberana dos Estados Unidos em revisão para possível rebaixamento.

Fonte:
Valor Online

0 comentário