Moody's rebaixa novamente ratings da Grécia

Publicado em 25/07/2011 09:04 147 exibições
A agência de classificação de risco Moody's rebaixou hoje os ratings da Grécia em moeda local e estrangeira de "Caa1" para "Ca" e atribuiu às notas perspectiva em desenvolvimento. Segundo a escala da Moody's, os países ou títulos com nota "Ca" são "altamente especulativos" e possuem condições de crédito "extremamente fracas".

Segundo a Moody's, a combinação do programa de apoio ao país da União Europeia com as propostas de troca de dívida por grandes instituições financeiras sugere que credores privados terão prejuízo econômico substancial com os títulos soberanos que possuem.

A perspectiva em desenvolvimento dos ratings reflete a incerteza em relação ao valor exato de mercado dos ativos que os credores receberão na troca. Depois que a troca de dívida for concluída, a agência de classificação vai reavaliar o risco de crédito de todos os títulos emitidos pelo governo grego.

Na avaliação da agência de classificação, O programa anunciado pela União Europeia com o Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês) implica a probabilidade de uma troca de dívida a preços muito baixos - e, com isso, de um default da Grécia - de praticamente 100%. A magnitude dos prejuízos dos investidores será determinada pela diferença entre o valor de face dos títulos e o valor de mercado dos papeis recebidos na troca. Segundo o comunicado da Moody's, O IIF já indicou que as perdas dos investidores devem superar 20%.

No entanto, num horizonte mais longo, a Moody's considera que o novo socorro à Grécia aumenta a probabilidade de que o país poderá se estabilizar e reduzir seu custo geral com a dívida. Para a agencia, o pacote também beneficia todos os títulos soberanos da zona do euro à medida em que contém o risco de contágio de curto prazo que um default desordenado da dívida grega traria para a região.

O comunicado ressalta, no entanto, que a Grécia ainda tem desafios de solvência de médio prazo. O estoque de sua dívida continuará bem acima dos 100% do Produto Interno Bruto (PIB) por vários anos e o país ainda enfrentará riscos significativos para a implementação de reformas fiscais e econômicas.

No último dia 1º de junho, a Moody's rebaixou o rating da Grécia em três notas, de B1 para Caa1. Antes disso, no dia 9 de maio, a agência de classificação havia colocado os ratings soberanos gregos em revisão para possível rebaixamento.

Fonte:
Valor Online

0 comentário