Bolsas da Ásia têm forte queda por temores econômicos

Publicado em 03/08/2011 08:28 e atualizado em 03/08/2011 09:20 269 exibições
As bolsas de valores da Ásia fecharam em forte baixa nesta terça-feira, com temores crescentes de que os esforços de Washington para cortar gastos do governo possam desacelerar o crescimento econômico já estagnado.

O acordo de último minuto para evitar um calote de dívida nos Estados Unidos não deu alívio aos mercados. Os investidores se concentraram em como o aperto fiscal pode restringir a expansão norte-americana.

Além disso, dados mostraram que o gasto do consumidor dos EUA caiu em junho pela primeira vez em quase dois anos, com a renda ficando quase estável --sinais de falta de ímpeto econômico no fim do segundo trimestre.

Na segunda-feira, pesquisas apontaram uma quase estagnação no crescimento manufatureiro dos EUA, da Europa e da China, após fracas estimativas do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano na semana passada.

A crise de dívida da Europa também contribuiu com o tom negativo: os rendimentos dos bônus da Itália atingiram o maior nível da história de 11 anos do euro.

Em Tóquio, o índice Nikkei caiu 2,11 por cento. O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 2,3 por cento às 7h54 (horário de Brasília).

O índice de Seul caiu 2,59 por cento. O mercado se desvalorizou 1,91 por cento em Hong Kong e a bolsa de Taiwan recuou 1,49 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai caiu 0,03 por cento. Cingapura encerrou em queda de 1,47 por cento, e Sydney fechou com baixa de 2,27 por cento.

Fonte:
Reuters

0 comentário