Preço da cesta básica cai em 14 de 17 capitais em julho, aponta Dieese

Publicado em 04/08/2011 10:44 161 exibições
O preço da cesta básica caiu em 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em julho.

As principais quedas ocorreram no Rio de Janeiro (-6,01%), Fortaleza (-4,97%), Porto Alegre (-4,64%) e Florianópolis (-4,35%). As três cidades onde houve elevação, ainda que leve, nos preços dos produtos básicos foram Salvador (0,92%), Aracaju (0,42%) e Belém (0,22%).

As capitais pesquisadas são Florianópolis, Fortaleza, João Pessoa, Recife, Natal, Porto Alegre, Manaus, Belém, Salvador, Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Vitória, Aracaju e Goiânia.

Preços

São Paulo registrou o maior custo para a aquisição dos alimentos de primeira necessidade, somando R$ 263,38. Em Porto Alegre, a capital com o segundo maior preço, a cesta custou R$ 259,60. Em Florianópolis, o valor correspondeu a R$ 254,84.

As cidades mais baratas foram Aracaju (R$ 184,01), João Pessoa (R$ 204,40) e Salvador (R$ 206,58).

Tomate cai em 15 capitais

Em julho, quando comparado com o mês anterior, a maioria dos produtos da cesta básica ficou mais barata. O principal destaque foi o tomate, sujeito a grandes oscilações, que caiu em 15 capitais. As quedas mais expressivas foram apuradas no Rio de Janeiro (-37,11%), Porto Alegre (-31,88%), Curitiba (-26,13%) e Florianópolis (-25,93%). As duas altas foram registradas em Recife (5,62%) e Manaus (0,20%).

No período de um ano, contudo, o tomate registrou comportamento inverso e subiu em 16 localidades. Altas muito expressivas ocorreram em Brasília (80,00%), Goiânia (72,39%), Vitória (68,42%) e Rio de Janeiro (64,83%). A única queda verificou-se em Aracaju (-8,67%).

Como o produto teve forte elevação no período recente, os altos preços não tinham sustentação. Além disso, a boa safra possibilitada por clima mais adequado também permitiu a redução.

Demais produtos

O óleo de soja e o arroz tiveram redução em 12 regiões em julho. A carne, produto de maior peso na cesta, o açúcer e o leite ficaram mais baratos, em julho, em 10 cidades.

Pesquisada nas nove capitais do Centro-Sul, a batata registrou queda em seu preço
em oito.

Entre os produtos com predomínio de alta, no mês, destacam-se o feijão e o café, que subiram em 13 regiões.

Fonte:
G1

0 comentário