Bolsas da Ásia caem pelo 3º dia, mas intervenção ajuda Japão

Publicado em 04/08/2011 11:06 169 exibições
O iene desabava ante o dólar nesta quinta-feira, depois que as autoridades japonesas intervieram para conter a alta recente da moeda, impulsionando a bolsa de Tóquio, mas a maioria dos mercados de ações da Ásia fechou em queda por temores sobre a desaceleração do crescimento mundial. O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,58% às 8h21 (horário de Brasília), levando as perdas acumuladas nos últimos três dias para cerca de 5%. O iene mais fraco valorizou as ações das grandes exportadoras japonesas e o índice Nikkei subiu 0,23%.

Um dia depois que a Suíça surpreendeu ao reduzir a taxa básica de juros para enfraquecer sua moeda, o iene perdia cerca de 4% ante ao dólar após a venda de ienes pelo Japão, que teme os efeitos da divisa forte sobre a recuperação de sua economia.

Notícias de uma fusão entre duas gigantes industriais do Japão, a Hitachi e a Mitsubishi Heavy Industries, para criar as maiores empresas de infraestrutura do mundo, também deu apoio ao mercado local. Mas as outras bolsas asiáticas tiveram dificuldades, com receios sobre a economia global tirando o entusiasmo do investidor.

O índice de Seul caiu 2,31%. O mercado se desvalorizou 0,49% em Hong Kong e a bolsa de Taiwan recuou 1,65%, enquanto o índice referencial de Xangai teve leve ganho de 0,21%. Cingapura encerrou em baixa de 0,75% e Sydney fechou em queda de 1,3%.

Fonte:
Reuters

0 comentário