No Valor: Índice europeu de ações quebra sequência de três altas

Publicado em 16/08/2011 15:06 e atualizado em 16/08/2011 22:00 172 exibições
O principal índice das ações europeias fechou com ligeira queda nesta terça-feira, pressionado pelo mau desempenho de papéis de montadoras e de empresas de serviços públicos.

As preocupações com o crescimento econômico voltaram a abater investidores, após a divulgação de dados mais fracos sobre o Produto Interno Bruto (PIB) alemão e da zona do euro.

Mas o FTSEurofirst 300 terminou longe da mínima da sessão (951 pontos), após a agência de classificação de risco Fitch reafirmar o rating "AAA" dos Estados Unidos e a produção industrial norte-americana ter vindo melhor que o esperado.

O principal indicador acionário europeu teve variação negativa de 0,01 por cento, aos 969 pontos.

Após o fechamento, os investidores acompanhavam de perto uma coletiva de imprensa com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e chanceler alemã, Angela Merkel, que se reuniram em Paris para discutir outras medidas podem ser tomadas para conter a crise de dívida no continente, que agora está se espalhando aos principais países da região.

As medidas de austeridade anunciadas recentemente pesaram sobre as companhias de serviços públicos da Itália, como a Snam Rete Gas e a distribuidora de energia Terna, que caíram 9,9 e 13,6 por cento, respectivamente, em meio a um volume cerca de quatro vezes maior que a média de 30 dias.

O governo aumentou um imposto sobre o setor de energia.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,13 por cento, a 5.357 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,45 por cento, para 5.994 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,25 por cento, a 3.230 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,87 por cento, para 15.750 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 retrocedeu 0,4 por cento, a 8.674 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 1,47 por cento, para 6.237 pontos.

Fonte:
Reuters

0 comentário