Índice europeu de ações cai 2,5% por temor com economia mundial

Publicado em 09/09/2011 14:24 250 exibições
Mercado teme que plano para criar emprego nos EUA enfrente resistência. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 4,04%.
O principal índice das ações europeias fechou em forte queda nesta sexta-feira (9), por preocupações de que o pacote de US$ 447 bilhões do presidente norte-americano, Barack Obama para impulsionar a criação de empregos, apresentado na noite de quinta-feira, enfrente obstáculos no Congresso. O FTSEurofirst 300 caiu 2,5%, para 916 pontos, segundo dados preliminares.

O mercado também se ressentiu da saída de uma importante autoridade do Banco Central Europeu (BCE), que sinalizou uma divisão dentro do BCE. A saída do membro do conselho executivo do BCE Juergen Stark, devido a desacordos com a política do banco de comprar títulos do governo da zona do euro para combater a crise de dívida do bloco, prejudicou ainda mais o sentimento, num momento em que o papel do BCE é crucial para resolver a crise de dívida.

"É difícil ficar otimista com o mercado de ações quando ele enfrenta obstáculos tão consideráveis. O setor bancário continua o algoz do mercado de ações, com os investidores evitando a todo momento o que eles começam a perceber como uma virada da situação", disse o presidente de vendas da Capital Spreads, Angus Campbell.

Os bancos, que possuem significativa exposição a países da zona do euro e geralmente sofrem durante um ambiente econômico de dificuldades, foram os mais golpeados por preocupações de que os formuladores de política monetária não estejam fazendo o suficiente para evitar que as principais economias voltem à recessão.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 2,35%, a 5.214 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 4,04%, para 5.189 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 3,6%, a 2.974 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 4,93%, para 14.020 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 retrocedeu 4,44%, a 7.910 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 encerrou em queda de 2,5%, para 6.048 pontos.

Fonte:
G1

0 comentário