Bolsa de Hong Kong sobe mais de 4% no fim dos negócios; Seul avança 5%

Publicado em 27/09/2011 08:07 94 exibições
Os investidores e operadores na Ásia ficaram atentos aos desdobramentos da crise da dívida europeia, na expectativa de ações para conter a disseminação do problema e de uma possível solução.

Em Tóquio, o Nikkei 225 subiu 2,82%, somando 8.609,95 pontos. O Hang Seng, de Hong Kong, registrou valorização de 4,15%, aos 18.130,55 pontos. Em Sydney, o S&P/ASX 200 marcou 4.004,60 pontos, com avanço de 3,64%. O Kospi, de Seul, apresentou alta de 5,02%, aos 1.735,71 pontos. Na praça de Xangai, o Shanghai Composite aumentou 0,91%, alcançando 2.415,05 pontos.

Apesar das controvérsias sobre possíveis novos planos para apoiar os países da região, os agentes focaram nos comentários do comissário europeu de Assuntos Monetários, Olli Rehn. Em entrevista ontem ao jornal alemão Die Welt, Rehn comentou que existe a reflexão de um eventual fortalecimento do fundo europeu para resgate do euro, por meio de atribuições suplementares.

O britânico Financial Times (FT) publicou também na segunda-feira que, na próxima semana, o Banco Central Europeu (BCE) poderia estender significativamente a provisão de liquidez aos bancos como forma de conter a escalada da crise da dívida, mas ainda não está definido se vai cortar a taxa de juro.

Fonte:
Valor Online

0 comentário