Commodities ditam queda em NY com temor sobre economia nesta quarta-feira

Publicado em 29/09/2011 08:05 127 exibições
Ações relacionadas ao setor de commodities provocaram a queda dos índices de Wall Street nesta quarta-feira, com fortes desvalorizações nos preços de energia e metais ressaltando o nervosismo de investidores quanto à fraqueza econômica global e à crise da dívida na Europa.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 1,61 por cento, para 11.010 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 2,07 por cento, para 1.151 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 2,17 por cento, para 2.491 pontos.

Um acentuado declínio de 7 por cento no preço do cobre, visto como um importante indicador da economia, alertou investidores e levou a um recuo de 4,5 por cento no componente de matérias-primas do S&P. A ação da Freeport-McMoRan Copper & Gold despencou 7,3 por cento.

Investidores monitoravam a visita de inspetores da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional à Grécia para avaliar planos de austeridade. Enquanto isso, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, trabalhava para dissipar uma revolta em seu governo antes de um voto sobre a expansão de um fundo de resgate a ocorrer na quinta-feira.

As perdas desta quarta-feira colocaram o S&P 500 a caminho de seu pior trimestre desde os momentos mais graves da crise financeira no quarto trimestre de 2008. Elas também ilustraram o quão sensível o mercado se tornou às notícias dos problemas europeus.

"Certamente há muito risco associado às notícias", disse Robert Francello, diretor de trading na Apex Capital, fundo de hedge em San Francisco.

O petróleo tipo Brent retomou sua tendência de queda, recuando mais de 3 dólares na parte da tarde, o que fez o índice de ações de energia do S&P ceder 3 por cento.

Fonte:
Reuters

0 comentário