Equipe visita Iowa, principal estado produtor de grãos dos EUA

Publicado em 05/10/2011 09:21 319 exibições
Gado na terra do etanol
O crescimento da indústria do etanol incentiva aumento do rebanho bovino no Meio-Oeste dos Estados Unidos. Tradicional na agricultura, a região ganha cada vez mais representatividade também na pecuária, impulsionada pela alta disponibilidade de DDG, uma espécie de farelo de milho de alto teor protéico. Resíduo do processo de fabricação do combustível, o produto custa mais barato que o grão e pode ser adicionado à ração animal em unidades de confinamento, que chegam a engordar 13 mil cabeças de gado angus por ano no Noroeste de Iowa.

Agricultor tipo exportação
Um dos principais players no comércio internacional de soja e milho, o Corn Belt norte-americano também é exportador de agricultores. Dono de uma fazenda de 1,2 mil hectares na pequena cidade de Royal, Iowa, David Kruse (foto) também administra, desde 2004, cerca de 9 mil hectares em três propriedades em Luís Eduardo Magalhães, no Oeste da Bahia.No Brasil, o Iowa Group produz soja, milho e algodão de alta tecnologia e, durante a época de safra, chega a empregar até 140 pessoas.

Secretário, mas só nas horas vagas
Secretário de Agricultura do mais importante estado agro dos EUA há cinco anos, Bill Northey é um dos homens fortes da cena política de Iowa, cotado para o cargo de governador nas próximas eleições. Mas, quando questionado sobre a sua profissão, responde de pronto: “Sou agricultor. E secretário nas horas vagas.”

Enquanto pilotava uma colheitadeira, ele contou à Expedição que não abre mão de plantar e colher pessoalmente a suas safras. “É importante manter o vínculo com o campo para saber de fato quais são as demandas reais dos produtores”, justifica.

SERVIÇO:
A próxima parada da Expedição Safra nos Estados Unidos é o estado de Missouri. Cortado pelos rios Mississípi e Missouri, o estado é considerado pólo logístico do país.

Fonte:
Gazeta do Povo

0 comentário