Radar do Mercado: Confira os principais fechamentos em Londres e NY nesta quarta-feira

Publicado em 05/10/2011 16:08 e atualizado em 05/10/2011 19:25 213 exibições
Na Bolsa de Nova York (NYBOT), o dia foi positivo para a maior parte das commodities negociadas. O suporte veio, principalmente, da queda do dólar em relação a outras moedas, do desempenho positivo das demais commodities agrícolas e índices acionários

Café

Para a entrega em março, os contratos encerraram cotados a 235 dólares por libra-peso, com alta de 295 pontos. As negociações para maio tiveram 130 pontos de valorização para 232,35 dólares por libra-peso. Os lotes para julho encerraram a  233,10 dólares por libra-peso, com 140 pontos de alta.

Açúcar

Os contratos com entrega em março/2012 encerraram cotados a 24,87   dólar por libra-peso, com valorização de 18 pontos. A posição maio/2012  terminou a 24,16 dólares/lb, com alta de 13 pontos. Os lotes para outubro encerraram do lado negativo a 26,34 dólares por libra-peso, com queda de 51 pontos.

Algodão

Os futuros tiveram alta de 183 pontos para 102,75 dólares por libra-peso para o vencimento outubro. Para dezembro, os lotes foram cotados a 102,30 dólares por libra-peso, com alta de 43 pontos.

Londres

Açúcar

A Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (LIFFE) para o açúcar refinado fechou a sessão desta quarta-feira com preços moderadamente mais altos, acompanhando o desempenho do açúcar bruto negociado em Nova York.

O mercado londrino seguiu também o bom desempenho das demais  commodities agrícolas e índices acionários. Os futuros do açúcar refinado,  no entanto, ficaram bem distantes das máximas intradiárias.

Os contratos com entrega em dezembro/2011 fecharam a US$ 648,40 a tonelada, com alta de US$ 3,50 (+0,54%) em relação ao fechamento anterior. Dezembro teve preço de US$ 631,70, valorização de US$ 4,10, (+0,65%). (LR) / (FR)

Café

Para o café robusta, as negociações encerraram as operações desta quarta-feira com  preços mais baixos. O mercado foi pressionado por preocupações com a economia europeia.

Os contratos com entrega em novembro/2011 fecharam a US$ 1.990,00 por tonelada, com queda de US$ 18,00 por tonelada em relação ao fechamento anterior, ou de 0,9%. A posição janeiro/2012 fechou a US$ 2.018,00 por tonelada, com recuo de US$ 17,00 a ton, ou de 0,8%.

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário