Radar do Mercado: Confira o fechamento do mercado em Nova York nesta quarta-feira

Publicado em 26/10/2011 13:25 e atualizado em 26/10/2011 15:36 227 exibições
Os preços das principais commodities negociadas na Bolsa de Nova York, ICE Futures US, trabalharam com certa voltatilidade ao longo da sessão desta quarta-feira, 26, como é o caso do café e do algodão, por exemplo. De um modo geral, os preços foram pressionados,principalmente, pela valorização do dólar diante de outras moedas. 

Confira abaixo um resumo dos mercados.
.

CAFÉ: Os contratos futuros do café arábica encerraram com forte baixa na sessão desta quarta-feira. Os futuros reverteram os ganhos registrados no início da sessão diante da valorização do dólar em relação a outras moedas.

Segundo traders, os futuros nova-iorquinos recuaram com as ameaças climáticas às lavouras de café  da América Central, com o Furacão Rina se movendo para norte. Ainda, as produções elevadas do Vietnã e do Brasil também pesaram sobre os contratos.

O contrato com vencimento em março/12 encerrou com baixa de 450 pontos para  235,40 centavos de dólar por libra-peso. Para maio/12, os lotes foram negociados a 238,30 centavos de dólar por libra-peso, com baixa de 315 pontos.

AÇÚCAR: O mercado do açúcar encerrou pressionado pela continuidade do movimento de realizações de lucro por parte de fundos e especuladores, assim como a valorização do dólar em relação a outras moedas nesta quarta-feira.

Segundo operadores consultados, pesou também sobre os futuros nova-iorquinos a projeção de aumento da produção de açúcar na União Européia e na Tailândia, que ainda deverá colher uma safra cheia apesar dos estragos com as enchentes.

Os contratos com vencimento em março/12 foram cotados a  26,42 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 52 pontos. A posição maio/12 caiu 33 pontos, cotada a 25,77 centavos de dólar por libra-peso.

ALGODÃO:  Os preços terminaram em terreno positivo para algodão nesta quarta-feira. O mercado apresentou bastante volatilidade, oscilando entre os territórios positivo e negativo ao longo da sessão. A fraca demanda internacional pela pluma atuou como fator de pressão.

Os contratos com entrega em dezembro/11 terminaram a 100,26 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 58 pontos. A posição março/12 teve preço de 98,77 centavos de dólar, com valorização de 58 pontos.

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário