Política agrícola mundial é debatida na França

Publicado em 28/11/2011 15:07 180 exibições
Secretário representa governo brasileiro em reuniões do Foro Agrícola Global e do Comitê de Agricultura da OCDE
O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Caio Rocha, representará o governo brasileiro no Foro Agrícola Global e na 157ª reunião do Comitê de Agricultura da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), nos dias 28 e 29 de novembro, em Paris, França. Os encontros terão a participação inédita de autoridades dos países do G20, nações emergentes e de organismos internacionais, além dos representantes dos países membros da OCDE.

“As discussões promovem a troca de experiências e pontos de vista, principalmente sobre os sistemas nacionais de informação e análise de mercado agrícola e a coordenação internacional de políticas nacionais de resposta a crises de preços agrícolas”, explica Caio Rocha.

Haverá um painel dedicado ao exame das experiências, políticas e perspectivas do agronegócio brasileiro, com a participação de um representante do Ministério da Fazenda; do ex-ministro da agricultura Roberto Rodrigues; de professores da Fundação Getúlio Vargas (FGV); do ex-presidente da Embrapa Silvio Crestana; e de outros representantes da Embrapa e do Ministério da Agricultura. Também será examinada a experiência brasileira nas áreas gestão de risco na agricultura e sistemas de informação.

O Brasil é membro observador do Comitê de Agricultura da OCDE e tem status de país de cooperação avançada e interesse em fortalecer o relacionamento com a organização internacional. “O elevado destaque conferido ao Brasil nessas reuniões, reservando uma tarde para tratar exclusivamente do agronegócio brasileiro, contribui para a divulgação das realizações do setor e dos avanços de nossas políticas agrícola e comercial”, destaca o secretário Caio Rocha.

Criada em 1961, a OCDE é o principal organismo técnico internacional dedicado ao estudo da economia mundial e constitui referência para os estudiosos e tomadores de decisão sobre políticas públicas.

O Brasil participa das atividades da OCDE desde 1992, tornou-se membro observador em 1998, e atualmente integra a organização na condição de país de “relacionamento aprofundado”.

Fonte:
MAPA

0 comentário