Ministro se reúne com governador de MS após anúncio de compra de terras

Publicado em 13/08/2013 11:17
405 exibições
Encontro deve discutir como viabilizar a indenização a produtores rurais. Prazo para devolução de terras aos índios também deve estar na pauta.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, cumpre agenda em Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (13) para tratar do conflito por terras entre índios e produtores rurais. Ele se reúne com o governador André Puccinelli (PMDB), por volta das 10h30 (de MS). Em pauta deve estar a decisão da União, anunciada na semana passada, em comprar áreas para colocar fim ao impasse. Representantes de indígenas e fazendeiros também devem participar do encontro.

Cardozo desembarcou na capital sul-mato-grossense por volta das 10h, segundo informações da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com a assessoria do Ministério da Justiça, o ministro deve permanecer na cidade durante o dia e retorna para Brasília às 17h. A reunião para tratar do conflito agrário é o único compromisso na agenda.

Após o anúncio do governo federal em comprar terras por meio de Títulos da Dívida Agrária (TDA), Puccinelli mostrou desconfiança em relação ao instrumento. "TDA não é dinheiro. Tem deflação, não vale o valor de face", disse o governador na quinta-feira (8).

Leia a notícia na íntegra no site do G1 MS.

Índios fazem protesto em frente ao Palácio do Planalto

Índios de várias etnias de todo o país organizaram um protesto na manhã desta terça-feira (13) em frente ao Palácio do Planalto. De acordo com o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), cerca de 150 índios participaram da manifestação. Eles protestam contra projetos em andamento no Congresso que alteram normas sobre demarção e uso de terras indígenas. Também são contrários à atual política de demarcação do governo.

Veja a notícia na íntegra no site do G1 DF

Fonte: G1 MS + G1 DF

0 comentário