Moradores e produtores se manifestam sobre os conflitos com índios no sul da Bahia

Publicado em 27/08/2013 16:25
848 exibições

Buerarema se deparou com tantos conflitos nesse mês de Agosto! Será que vamos ter uma solução por parte das autoridades? O comércio está fechando suas portas, casas estão à disposição de quem queira alugar e não se encontra pretendentes devido aos acontecimentos dos últimos dias! A cidade está abandonada! Os agricultores estão sem nenhuma perspectiva de melhoria! Eles estão passando até fome,pois tiraram os únicos bens deles que são suas terras e eles ficaram acuados! A cidade está parada e o povo com medo!

Fonte: Macuco News

"DE QUE ME ADIANTA VIVER NA CIDADE. SE A FELICIDADE NÃO ME ACOMPANHAR!”

Por Professora Joane Liane Matos da Silva

Essa frase retirada da letra da música de Goiá (Gerson Coutinho) e Belmonte (Pascoal Zanetti) me reporta ao drama vivido pelos homens e mulheres, donos de pequenas propriedades na zona rural da minha pequena cidade, Buerarema! Pessoas simples, honestas, ordeiras e trabalhadoras que tem como única garantia de sustento, o lugar onde nasceu, cresceu, constituiu família e idealizou todos os sonhos e projetos de vida e foram tirados à força pelos “irmãos índios” ou inimigos? Não posso afirmar uma coisa ou outra! Apenas me compadeço do sofrimento desses homens do campo e dos jovens estudantes de nossa escola, que trazem no olhar, o medo, a indignação e o transtorno por não terem para onde voltar e encontrar suas famílias em segurança. E com lágrimas nos olhos ouço relatos de alguns alunos que declaram não poderem concluir o 3º Ano do Ensino Médio em consequência das invasões e posse de suas moradias. Essas pessoas não conseguem viver longe do cheiro da terra, do canto das aves, das águas correntes e dos produtos cultivados para o sustento de todos eles, pois lhes tiraram o habitat natural, onde reina a felicidade! E vir para a zona urbana será um suicídio porque eles estão acostumados ao convívio com a natureza e jamais serão felizes na cidade! E quem poderá restituir a paz e alegria aos agricultores? Os homens da lei? Não! Eles nada podem fazer! Eles dependem de ordens superiores! Homens que até então não conseguiram resolver as questões da Reforma Agrária do Brasil e deixam abandonados, impotentes e humilhados esses pequenos produtores que tanto contribuem para o desenvolvimento do país, que pagam seus impostos e fornecem alimentos a milhares de brasileiros! E indefesos, esperam que até mesmo os “nossos irmãos índios” se compadeçam das suas dores e lhes devolvam a “terra amada, idolatrada, salve,salve!” para que eles possam voltar a sorrir!

 

0 comentário