Governo suspende demarcações após pressão de pequenos agricultores

Publicado em 07/11/2013 13:59 1005 exibições

Representantes dos agricultores que organizaram o protesto em Brasília contra as demarcações de Terras Indígenas da Funai em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul tiveram uma reunião com o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, na última quarta (6). No encontro, o ministro anunciou a suspensão das demarcações e a criação de um grupo de trabalho para encontrar alternativas que agradem todos os envolvidos no caso. A primeira ação prática definida na audiência depende da Funai. De acordo com o coordenador geral da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar, Rui Valença, ainda esta semana a Funai deve pedir à Justiça a suspensão da demarcação da área indígena em Sananduva, no Rio Grande do Sul. “No Rio Grande do Sul, a primeira reunião acontecerá no dia 13 de novembro, em Porto Alegre, com a presença do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. Já em Santa Catarina as negociações devem iniciar após o dia 20 de novembro, ambas com a presença dos governos de cada Estado”, antecipou Rui Valença. Com as demarcações, cerca de 500 famílias teriam que deixar as terras. Em tempo, diz-se em Brasília que, quando o PT não quer resolver um problema, cria um grupo de trabalho. 

Fonte:
Blog Questão Indígena

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário