AM: População incendeia prédio da Funai e indígenas se refugiam em quartel

Publicado em 26/12/2013 09:41 e atualizado em 26/12/2013 12:11 2110 exibições
no blog Questao Indigena

O prédio da Funai em Humaitá, no Amazonas, foi incendiado na noite de quarta-feira (25) em protesto contra o desaparecimento de três cidadãos do município dentro de uma área indígena. A Polícia Federal tem indícios de que os homens foram sequestrados e mortos por índios Thenharim em represália à morte por atropelamento de um dos caciques da tribo. A Funai local levantou a suspeito de que o cacique tivesse sido vítima de assassinato e exacerbou os ânimos dos índios (veja aqui). Os três homens foram vistos pela última vez dia 16 de dezembro.

Luciano Ferreira Freire, representante do Atacadão Manaus, Stef Pinheiro, professor de Apuí, e Aldeney Ribeiro Salvador, funcionário da Eletrobrás Amazonas Energia seguiam, com outras duas pessoas não identificadas, de Humaitá para o quilômetro 180, onde fica a comunidade Santo Antônio do Matupi, no município de Manicoré.

Revoltada, a população ateou fogo ao prédio da Funai em Humaitá e ameaça destruir outros prédios públicos caso a Funai não dê uma resposta sobre o desaparecimento dos não índios. Carros também foram queimados e virados nas ruas. Diversos policiais já foram feridos.

Estimativas de moradores dão conta de que, pelo menos, cinco mil pessoas participem dos protestos. Indígenas que estavam em Humaitá se refugiaram no prédio do 54º Batalhão de Infantaria de Selva, sob a proteção do Exército.

Desde a tarde de terça-feira (24), familiares e amigos dos homens desaparecidos interditaram a balsa que faz a travessia, pelo rio Madeira, de Humaitá para o Apuí, e o protesto se intensificou na tarde de quarta, com a junção de outras centenas de pessoas.
 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

5 comentários

  • Sérgio Basso Primavera do Leste - MT

    Já passou da hora de reagir!enfim aconteceu.Esses tais Índios na sua maioria ficam mais tempo nas cidades que nas aldeias.Comem ,bebem ,fazem compras de celulares ,eletro- eletrônicos votam e porque que tem que ter tratamento diferente perante a justiça(que por sinal está deteriorando o País).Eles matam um branco ou estupram e matam na própria aldeia e nada de punir .Invadem propriedades(estimulados por alguém)destroem e a omissão perpetua e querem perpetuar no poder esse grande cartel loteador de cargos e poderes.( Humaitá também faz parte da minha história )não desistam e façam justiça.O Governo semeou o temporal e começa a colher tempestade.

    0
  • Edison tarcisio holz Terra Roxa - PR

    o povo tem que reagir como que os valentoes foram se refugiar o povo não pode abaijar a cabeça pra um bando vaga da funai

    0
  • Hilário Casonatto Lucas do Rio Verde - MT

    ESSE GOVERNO PODRE VAI CONSEGUIR FAZER UMA TRAGEDIA COM ESSA PODRE DA FUNAI

    0
  • amarildo josé sartóri vargem alta - ES

    Volto!!!!Fora com essa corja de vagabundos revestidos de AUTORIDADES. Esses irresponsáveis vão acabar provocando a morte de muitos inocentes. Presidenta!! Depois não venha com essa de que desconhecia os fatos. Isso é covardia e insensatez... Acorda Dilma, a situação esta perdendo o controle!!!

    0
  • JOAO AUGUSTO PHILIPPSEN Santo Augusto - RS

    Senhores vejam a irresponssabilidade dessa tal de FUNAI, levantam falta suspeita e conseguem seu objetivo, ou seja querem o caos e nada acontece com estes irresponssáveis.

    0