Polícia tenta acordo para liberação de vicinal bloqueada por índios e produtores rurais, em Roraima

Publicado em 10/07/2014 16:27 546 exibições

Há três dias indígenas Yanomami da comunidade Sikamabiu, no município de Mucajaí e alguns produtores rurais, bloquearam a ponte sobre o rio Mucajaí, que dá acesso a localidade e mais oito regiões. Para tentar liberar a passagem, a equipes das Polícia Militar foram enviadas ao local, na manhã desta quinta-feira (10), para tentar negociação.

O protesto, conforme o coordenador da Funai, João Catalano, tem a participação de cerca de 300 indígenas e mais de 40 produtores rurais da região.

Os manifestantes cobram melhorias em pontes de madeira da região, pois segundo eles, não há como escoar a produção e algumas comunidades temem o isolamento por terra. "Nosso medo é que haja conflitos", destacou Catalano sem dizer de quem com quem.

Desde o início do protesto, o bloqueio na estrada é total. No primeiro dia manifestação um professor foi amarrado e impedido de seguir viagem pela vicinal, conforme relatou Catalano.

Na tarde de terça-feira, o servidor público Ronaldo Silva também foi impedido de visitar a mãe que mora num sítio na região da comunidade. "Fui impedido de visitar a minha mãe. Os indígenas ameaçaram me amarrar caso eu tentasse ultrapassar o trecho bloqueado. Estou indignado com esta situação", comentou.

Além da polícia, equipes do Departamento de Infraestrutura de Transportes (DEIT), da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf), também foram ao local tentar negociação, tendo em vista que os indígenas cobram a ida de algum representante do governo para que haja o fim do bloqueio. 

 

bloqueio.jpg
Fonte:
Blog Questão indígena

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário