Reeleito: "Precisamos terminar essa discussão sobre as demarcações de terras indígenas", diz Heinze

Publicado em 06/10/2014 18:10 593 exibições

audi-heinze.jpg

Atuação de Heinze na Questão Indígena contribuiu para sua votação expressiva em 2014

"Precisamos terminar essa discussão sobre as demarcações de terras indígenas", diz o Deputado Federal Luiz Carlos Heinze, reeleito com votação consagradora para mais um mandato na Câmara dos Deputados. Como presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Heinze atuou fortemente para conter a ação da Funai e de indigenistas nas demarcação de terras indígenas e sofreu consequências.

"Tentaram me detonar, mas as urnas mostraram que não pegou. Essa votação é o reconhecimento do trabalho que venho fazendo pelo setor primário", disse Heinze por telefone ao jornal Zero Hora. Após a confirmação de que mais de 160 mil eleitores gaúchos garantiram sua permanência na Casa pelo quinto mandato consecutivo, Heinze disse que esta era a melhor resposta que as urnas poderiam dar a seus adversários.

O Deputado lembrou as críticas que recebeu nas redes sociais após a divulgação de um vídeo em que se referia a índios, quilombolas e homossexuais como “tudo que não presta”. As declarações foram feitas em uma audiência pública sobre a demarcação de terras indígenas realizada em novembro passado, em Vicente Dutra, no norte do Rio Grande do Sul, mas só foram postadas na internet em fevereiro deste ano.

Heinze afirma que continuara atuando na questão indígena em busca de soluções para os conflitos entre índios e agricultores gerados pela atuação da Funai no sul e sudeste do Brasil. "Este é um problema sério não só no Estado, mas fora dele. Precisamos focar em terminar essa discussão", diz o deputado.

O Deputado foi eleito para terceiro mandato consecutivo com 162 mil votos, a maior votação entre os deputados gaúchos.

Fonte:
Questão Indígena

0 comentário