Embrapa diversifica oferta de sementes de soja no mercado

Publicado em 28/02/2012 13:53 520 exibições
A produção brasileira de soja para a safra 2011/12 está estimada, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em 71,75 milhões de toneladas (t). A área plantada com o grão deverá ser de 453,7 mil hectares, superior à cultivada na safra anterior. O resultado é esperado com base na tecnologia utilizada nas principais culturas.

É preciso plantar cultivares de boa capacidade produtiva e que sejam estáveis, como as desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Segundo o gerente do escritório de negócios da Embrapa Transferência de Tecnologia de Londrina, Luiz Carlos Miranda, a estabilidade de produção faz com que as cultivares desenvolvidas pela empresa não sejam muito sensíveis ao estresse climático. Na safra passada, esse foi um dos problemas que provocou a quebra na produção.

Entre as cultivares desenvolvidas pela Embrapa recomendadas para plantio, na região Centro Sul do país, destacam-se as cultivares geneticamente modificadas para tolerância ao herbicida glyphosate. Essas cultivares foram desenvolvidas pela Embrapa Soja (Londrina, PR) e pela Embrapa Trigo (Passo Fundo, RS), unidades descentralizadas da empresa.

A BRS Estância RR é uma cultivar de soja com boa capacidade produtiva e de ciclo precoce. Apresenta resistência ao acamamento e às principais doenças, entre elas podridão radicular de fitóftora, vírus da necrose da haste, pústula bacteriana e mosaico comum da soja. É recomendada para produção nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A BRS Taura RR, por sua vez, é também resistente ao cancro da haste, mancha “olho-de-rã”, podridão parda da haste e pústula bacteriana. Além disso, é moderadamente resistente ao nematóide de galhas Meloidogyne javanica. Sua produção é recomendada para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Já a cultivar BRS 246 RR é resistente ao cancro da haste, à mancha “olho de rã”, à podridão parda da haste e ao vírus da necrose da haste. O cultivo apresenta melhor desempenho no Paraná, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A BRS Tordilha RR, mais recente lançamento da Embrapa, em fase de produção de semente básica, é uma cultivar de soja que possui ampla adaptação, ótima sanidade e precocidade. A cultivar tem crescimento determinado e está classificada como ciclo precoce. Pode ser produzida no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e sul do Mato Grosso do Sul.
Tags:
Fonte:
Mapa

1 comentário

  • Luis Eduardo Borges Santa Vitória - MG

    Uma pergunta simples a BRS pode ser produzida em Minas Gerais mais exatamente na região de Uberlandia e Araguari?Um abraço a todos.

    0