Soja: Reflexão sobre o mercado atual

Publicado em 12/04/2012 13:56 e atualizado em 04/03/2020 16:12 2027 exibições
Por Liones Severo.
O mercado de soja cumpriu com seu desempenho histórico alcançando o lado mais alto do padrão com intervalo de preços de us$ 12,50 a us$ 14,50 por bushel, exatamente no dia 10 deste mês de abril, marcando o preço de us$ 14,5225 por bushel na Bolsa de Chicago.
Historicamente, os ativos de investimentos e commodities em geral oferecem uma correção de preços durante este mes. Durante os 6 primeiros dias de abril, muitos ativos de investimentos
realizaram a esperada correção. Entretanto, o mercado de soja tem sido uma exceção neste período do cenário histórico.
Seria o caso de mencionar aquela expressão chinesa que diz: o pássaro que levanta cabeça é o primeiro a ser atingido.
Entende-se que o mercado já computou todos os fatores altistas disponíveis com relação a safra de 2012 e um novo cenário de desempenho nos preços ficam por conta da nova safra de 2013,
que começa com o plantio de soja no hemisfério norte, com maior expressão para o plantio das lavouras americanas.
Embora as perdas das safras de soja mundial no ano de 2012 sejam as mais importantes desta década, os fatores fundamentais parecem vencidos pela sua capacidade de captura de demanda ao redor de us$ 12,50 e a consequente retração do consumo nos níveis ao redor de us$ 14,50 por bushel, tambem resultado do aumento da fluidez na oferta.
Esse entendimento sugere que os preços da soja voltem para o nível de US$ 13,50 por bushel, ponto de equilíbro deste padrão dos preços mais elevados, considerando que novos preços de exceção somente serão performados em uma nova ameaça para a integridade da oferta ou suprimento de soja para o ano safra de 2013.
Indiscutivelmente estamos em ano agrícola com preços de exceção, o que a própria palavra define como "desvio de regra geral comum". Portanto, representa  vulnebrabiliade de algum conteúdo, com característicade duração de tempo exíguo, por aumento de risco de sustentabilidade. 

Por comparação, seriam juros ou preços muito elevados em todos os mercados indicando forte aumento de risco, acompanhado de sua serva
mais fiel, que é a "volatilidade".
Entretanto, não se pode afirmar que os maiores preços já foram marcados para este ano, desde que, o maior ícone representativo de preços elevados por insegurança do suprimento de soja mundial, faz histórica referência ao perído de plantio da safra americana de soja, mais precisamente durante o mês de junho.
Atenciosamente,
Liones Severo
Tags:
Fonte:
Liones Severo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário