Mercado mundial de farelo de soja se aquece

Publicado em 02/05/2012 10:11 1097 exibições
COMPLEXO MAIS CARO: Os preços dos produtos derivados do processamento da soja, farelo e óleo, vêm tomando sentidos diferentes decorrente da demanda. Tomando como base duas regiões que concentram grande parte do processamento de soja de Mato Grosso, Rondonópolis e Lucas do Rio Verde, o preço do farelo para exportação subiu 25,6% e 23,2%, respectivamente, desde o início do ano. O preço médio, que iniciou 2012 a R$ 585,00 por tonelada, agora atinge R$ 723,00, e a alta média de 23% confirma uma demanda mundial aquecida, principalmente pela avicultura, e uma oferta não tão grande pelos países da América do Sul. Em contrapartida o preço do óleo não tem crescido tanto, pois a demanda não é a mesma que a do farelo. Em média para o Estado, o preço do óleo para exportação valorizou menos que o do farelo, 15% de janeiro a abril, e metade do que o do grão para exportação, que valorizou mais de 30,0%. Contudo, o aumento de produção de aves e o consumo de óleo de soja, principalmente pela China, impactam diretamente no fluxo do complexo soja em Mato Grosso, e continuam fazendo com que todo produto derivado da oleaginosa seja absorvido rapidamente pelo mercado.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário