CBOT: Cotações da soja registram alta nesta sexta-feira (14) em Chicago

Publicado em 14/09/2012 10:08 e atualizado em 14/09/2012 13:47 1901 exibições
A soja iniciou o pregão desta sexta-feira (14) em alta, registrando ganhos em três dos principais vencimentos e estabilidade no contrato setembro. A oleaginosa continua o movimento de recuperação iniciado no fechamento de ontem (13), e por volta das 13h42(horário de Brasília), o contrato setembro opera cotado a US$ 17,45/bushel. O vencimento novembro já registra cotações em US$17,53, com ganhos de 5,75 pontos.

As altas registradas para a soja foram motivadas pelo anúncio de que o Comitê Federal de Mercado Aberto do Banco Central norte-americano  vai aumentar o volume mensal de compra de títulos  vinculados a hipotecas em cerca de U$40 bilhões, alongando até 2015 o prazo para manutenção das taxas de juros em 0,00 e 0,25%. De acordo com o analista da Agrinvest, Marcos Araújo, essas medidas promovem um investimento maior, e um consumo que gera mais emissão de dólares. “Com isso ocorre uma depreciação do dólar, e isso é favorável para as commodities.Os investidores entram no mercado acionário e aumenta o apetite por risco, subindo dessa forma também as commodities, com a soja fechando no positivo”, explicou Araújo.

O milho também iniciou a sexta-feira (14) em território positivo na CBOT, continuando o movimento de leve alta registrado na sessão anterior. Por volta das 13h44(horário de Brasília), o contrato setembro para o cereal estava cotado a US$ 7,84/bushel, com ganhos de 7,75pontos. O vencimento dezembro opera em US$7,84/bushel, registrando ganhos de 10,75 pontos.

O trigo, acompanhando o mercado vizinho, também continua operando em alta em Chicago. A principal motivação dos investidores continua sendo a preocupação com a quebra na safra de importantes regiões produtoras do cereal, e agora com a seca na Austrália. Além disso, a expectativa de compras de trigo norte-americano pelo Egito também influencia o movimento de alta. Por volta das 13h45(horário de Brasília),o contrato setembro estava cotado a US$ 9,06/bushel, com o vencimento dezembro operando a US$9,26, uma alta de 24,50 pontos.

Tags:
Por:
Thaís Jorge
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário