Exportações de soja devem crescer 64% em uma década, afirma diretor do USDA

Publicado em 28/01/2013 10:18 464 exibições
Diretor do Departamento de Agricultura dos EUA palestrou no Show Safra em Lucas do Rio Verde
Cerca de 1500 pessoas participaram da 12º edição do Show Safra, realizado nos dias 24 e 25/01, em Lucas do Rio Verde. Neste ano, o tradicional evento que apresenta novas tendências de produção para as culturas de soja e milho, teve como novidade o espaço Aprosoja, que além de apresentar aos produtores as conquistas da entidade, trouxe também a agenda do agronegócio para este ano, apresentando a situação de demandas como o pagamento de royalties, o Funrural, o Código Florestal e outros.

Em seguida, o diretor de Políticas Globais do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, na sigla em inglês), Mike Dwyer falou sobre as projeções de preços para longo prazo na agricultura.

“Este ano o Brasil já se tornou o maior produtor de soja mundo, e em breve também será o maior exportador. Nos próximos dez anos a China vai aumentar a importação de soja, e com a exportação crescente do Brasil, em uma década, haverá crescimento 64%”, afirma Dwyer.

Esta é primeira vez que o diretor do USDA vem à Mato Grosso. Durante visitas às propriedades do médio-norte do estado ele afirmou estar entusiasmado com a produtividade e a tecnologia mato-grossenses.

“Estou surpreendido com o potencial da produção no estado. Nos Estados Unidos nossas terras são limitadas, e aqui a segunda safra é uma possibilidade fenomenal de aumento dos resultados”, finalizou o diretor.

O presidente da Aprosoja, Carlos Fávaro, parabenizou a organização do Show Safra e afirmou o compromisso da entidade com eventos como esse. “Mais uma vez a Fundação Rio Verde está de parabéns pela realização do Show Safra. O evento já está consolidado no cenário estadual como um importante momento de transferência de tecnologia aos produtores. A Famato, os Sindicatos Rurais, e nós da Aprosoja, ficamos felizes em poder trazer o diretor do USDA para compartilhar seus conhecimentos técnicos e de mercado”, destacou Fávaro.

Em uma área de 15 hectares foram montados 32 estandes de campo. Cada empresa apresentou as novas tendências de produção nas culturas de soja e milho.
Tags:
Fonte:
Aprosoja

0 comentário