Risco de ferrugem leva comissão do Mapa à terra xavante em MT

Publicado em 31/01/2013 18:06 e atualizado em 31/01/2013 18:57
589 exibições
Uma comissão do Ministério da Agricultura e Pecuária e Abastecimento (Mapa) esteve nesta quinta-feira (31) na reserva xavante de Marãiwatsédé, no nordeste de Mato Grosso, para investigar o risco de propagação da ferrugem asiática a partir das lavouras que tiveram de ser abandonadas desde dezembro pelos produtores rurais por força de decisão judicial.

 Pelo menos mil hectares de plantação de soja na chamada gleba Suiá Missú (nome da antiga fazenda onde a terra foi demarcada na década de 90) inspiram preocupação. As lavouras tiveram de ser abandonas, quando forças policiais promoveram a desocupação. As familias continuam à beira das estradas, vivendo em barracas de lonas, e as lavouras, amadurecidas, estão sendo tomadas pela ferrugem asiatica.

Veja a notícia na íntegra no site do Agrodebate
Tags:
Fonte Agrodebate

Nenhum comentário