Soja: Apostas na safra da América do Sul pressionam cotações

Publicado em 18/02/2013 09:49
479 exibições
As fortes quedas observadas no mercado internacional na semana passada pressionaram as cotações da soja no Brasil, de acordo com pesquisadores do Cepea. O recuo externo se deve às boas expectativas quanto à safra na América do Sul, mesmo considerando-se que o clima esteve desfavorável à cultura em diferentes momentos e em regiões no Brasil seca em Goiás e Nordeste no período de cultivo e chuvas na colheita, especialmente em Mato Grosso e também em grande parte das regiões argentinas. No geral, a produtividade das lavouras brasileiras está bem satisfatória, havendo apenas problemas pontuais de rendimento ou de qualidade, segundo informações do Cepea. Quanto aos preços no Brasil, apesar do avanço da colheita e da pressão externa, entre 8 e 15 de fevereiro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (produto transferido para armazéns do porto de Paranaguá), em moeda nacional, ficou estável, já que não houve registros de negócios realizados, com média de R$ 64,57/sc de 60 kg nessa sexta-feira, 15. Ao ser convertido para dólar, moeda prevista nos contratos futuros da BM&FBovespa, o Indicador fechou a US$ 32,83/sc de 60 kg, avanço de 0,27% na mesma comparação. Já a média ponderada das regiões paranaenses, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, finalizou a R$ 58,63/sc de 60 kg, forte baixa de 3,76% no mesmo período.
Tags:
Fonte: Cepea

Nenhum comentário