Soja MT: Frete em alta preocupa produtores

Publicado em 26/02/2013 10:00
541 exibições
Com o avanço na colheita e o registro das perdas nesses primeiros meses de trabalho, um fator já esperado começa a preocupar os produtores mato-grossenses: a alta no preço dos fretes. A safra ainda permanece em atraso frente à safra passada, devido às intensas chuvas que foram registradas nas principais regiões mato-grossenses produtoras do grão. A elevação do volume colhido, aumentando a demanda por transporte, começa a sufocar a frota do Estado, com isso registra-se a falta de caminhões nos pontos de embarque. O preço do frete no trecho Sorriso a Paranaguá aumentou 20,8% em uma semana, saindo de R$ 240,00/t para R$ 290,00/t. O trecho Sorriso a Santos se elevou de R$ 250,00/t para R$ 300,00/t também na semana, registrando um aumento de 20,0%. Fatores como elevação do preço do combustível e o impacto da Lei 12.619 também contribuíram para este aumento registrado no frete. A novidade é que, além dos prejuízos ocasionados pela alta do frete, os produtores do Estado foram surpreendidos com problemas logísticos. A greve no porto de Santos na manhã de sexta-feira (22) e a greve parcial registrada em Paranaguá no mesmo dia colocaram em foco a preocupação quanto ao escoamento do grão matogrossense, que registrará uma safra recorde, estimada em 24,1 milhões de toneladas.

Clique aqui e confira o boletim na íntegra

Tags:
Fonte: Imea

Nenhum comentário