Após produtores serem retirados da Suiá-Missú, lavouras de soja são tomadas pela ferrugem

Publicado em 26/03/2013 16:53 e atualizado em 28/03/2013 14:05
1144 exibições
Após a retirada dos produtores rurais da gleba Suiá-Missú, muitas lavouras de soja localizadas na região estão sendo atacadas por enormes reboleiras de ferrugem asiática. Os sojicultores, no entanto, estão impedidos de realizar a colheita. Porém, os esporos da doença podem se espalhar por mais três estados caso a colheita não seja feita logo. 

De acordo com Luiz Nery Ribas, diretor técnico da Aprosoja MT, entre 500 e 700 hectares na gleba estão sob ataque da doença. Há três meses, a instituição tem notificado o Ministério da Agricultura sobre a situação, mas até agora nenhuma medida foi tomada para solucionar o problema. 

Abaixo, veja algumas imagens das áreas que tiveram que ser abandonadas sendo tomadas pela ferrugem. As fotos são de Wanderlei Dias Guerra, Coordenador da Defesa Vegetal do Ministério da Agricultura.

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Rodrigo Otávio de Araujo Herval Coromandel - MG

    O MAPA devia ser acionado para fazer alguma coisa. Isso é uma questão de sanidade agrícola.

    0
  • Danilo Cristiano Bergamaschi Bariri - SP

    PARABÉNS FUNAI, É ASSIM COM ORGÃOS COMPETENTES COMO VCS QUE O NOSSO BRASIL VAI PARA FRENTE, NA FRENTE DOS PAÍSES INCOMPETENTES, ISSO É VERGONHOSO NOS TEMPOS DE HOJE, TANTO TRABALHO PARA PREVENIR FOCOS DE FERRUGEM, VEM UMA INSTITUIÇÃOS QUALQUER E DESABRIGA FAMÍLIAS QUE QUEREM PRODUZIR E NÃO PESSOAS QUE SÓ QUEREM TERRAS PARA VENDER E NÃO TRABALHAR SOBRE ELA, ISSO É VERGONHOSO PARA O PAÍS......

    0