Soja paraguaia também encalha nos portos brasileiros

Publicado em 09/04/2013 14:16 526 exibições
O Paraguai deve dobrar o processamento de soja a partir do próximo ano e, com isso, aumentar a dependência dos portos brasileiros para o escoamento do produto beneficiado. Com o incentivo do governo, três novas indústrias, ADM, Bunge, Conti, estão sendo abertas no país e irão dobrar o processamento de soja no país, passando dos atuais 2,5 milhões de toneladas para quase 5 milhões de toneladas. Com isso, os "hermanos" paraguaios também vão sentir ainda mais, no bolso, os prejuízos provocados pelo caos logístico nos portos de Paranaguá (PR) e Santos (SP). O preço médio do frete da soja, saindo da região de Alto Paraná para o porto paranaense, encareceu cerca de 35% nesta temporada (passando dos US$ 80 por tonelada em 2012 para quase US$ 110 por tonelada na safra atual).

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural On-line

Tags:
Fonte:
Globo Rural On-line

0 comentário