Cai preço da saca de soja em Mato Grosso do Sul

Publicado em 10/04/2013 08:28 569 exibições
Na primeira semana do mês abril desse ano a média do preço da saca de 60 quilos de soja em Mato Grosso do Sul foi de R$ 47,85, uma variação negativa de 2,35% se comparado com o mesmo período do ano passado, quando o preço médio foi de R$ 49,00. A diferença foi registrado pelo projeto Sistema de informação Geográfica do Agronegócio (Siga-MS), realizado pela equipe técnica da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja MS) e da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul - FAMASUL.

No ano passado os preços da saca foram mais vantajosos devido a estiagem nos Estados Unidos, enfatiza a economista do Sistema FAMASUL, Adriana Mascarenhas. Este mesmo fator elevou consideravelmente a cotação da commodity a partir do mês abril, com pico registrado em setembro, mês em que a saca foi comercializada a R$ 81,14 no Estado.

Em abril do ano passado, os municípios de Dourados e Campo Grande tiveram a maior valorização do grão, quando chegaram a comercializar a saca por R$ 52,00. Na primeira semana do mês de abril desse ano, com a estabilidade da agricultura norte-americana, o valor médio não passou de R$ 47,00. Ainda que com variações mínimas, o preço da saca também caiu nos primeiros dias do mês de abril nas regiões de Caarapó, Chapadão do Sul, Maracaju, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.

Mercado Externo

Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), no primeiro bimestre de 2013 foram exportados 96,5 mil toneladas de soja, volume 7,2% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando foram enviadas ao mercado externo 104 mil toneladas. Apesar da retração no volume, houve aumento da receita, devido à variação na cotação da oleaginosa. A valorização do grão no primeiro bimestre desse ano, em relação ao mesmo período do ano passado, foi de 10,5%, passando a receita com exportações de US$ 48,3 milhões para US$ 53,4 milhões, mantendo-se a China como principal importadora da soja de MS.

Tags:
Fonte:
Famasul

0 comentário