Plantio de soja na América do Sul deve ser recorde, segundo Oil World

Publicado em 15/10/2013 15:03
622 exibições
A consultoria alemã também informou que o Brasil poderá ser o maior produtor da oleaginosa do mundo nesta safra

O plantio de soja deverá ser recorde nas áreas produtoras da América do Sul, de acordo com a consultoria alemã Oil World. O aumento da umidade do solo em algumas regiões está colaborando para o plantio, segundo matéria publicada pela Bloomberg.

Os produtoras nos cinco principais países produtores da América do Sul deverão semear 54,2 milhões de hectares no período de 2013-14, ou seja, 2 milhões a mais do que no ano passado. A Oil World informa que o Brasil deverá plantar 29 milhões de hectares. No ano passado, foram 27,7 milhões de hectares. Na Argentina, a área deverá ser de 19,7 milhões de hectares, ou seja, 3% maior que no ano anterior.

A produção Sul-Americana no início de 2014 deverá superar o recorde de 145 milhões de toneladas se as chuvas se expandirem para as regiões mais secas. “O Brasil poderá se tornar o maior produtor mundial de soja em 2013-14, se o clima cooperar para o desenvolvimento dos plantios, de acordo com as estimativas”, informou o relatório da consultoria.

A maior dúvida é a respeito dos plantios na Argentina, onde as recentes chuvas foram insuficientes para aplacar a seca nas áreas centrais e no Norte do país.

As condições de desenvolvimento estão favoráveis no Brasil, Paraguai, Uruguai e Bolívia. Há previsão de chuvas no final do mês para áreas mais secas em Mato Grosso, onde o plantio estava atrasado. 

Produtores argentinos também devem destinar áreas que antes eram de milho e girassol para a soja, pois a soja é geralmente plantada mais tarde e ainda há tempo para que a umidade melhore. 

A área de milho na Argentina está estimada em 4,3 milhões de hectares, abaixo dos 4,6 milhões plantados no ano passado. A área plantada com girassol, em 1,6 milhões de hectares terá redução de 3,6%.  

A área plantada com milho no Brasil foi estimada em 15,4 milhões de hectares, enquanto no ano passado foram 15,9 milhões. A área de algodão deverá aumentar em 33%, para 1,2 milhões de hectares.

As exportações Sul-Americanas de soja estiveram maiores que o normal nos últimos meses e embarques em 4 milhões de toneladas a mais que no ano anterior, em agosto. As exportações foram maiores para a China, a União Europeia, Tailândia e Egito.        


Informações: Bloomberg.com

Tradução: Fernanda Bellei

 

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário