Soja: Com poucos negócios, preços seguem praticamente estáveis

Publicado em 28/10/2013 09:00 358 exibições

Produtores, focados na semeadura da soja, estão sem interesse em vender estoques remanescentes. Assim, praticamente não há negócios envolvendo a soja no físico nacional. Entre 18 e 25 de outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (produto transferido para armazéns do porto de Paranaguá), em moeda nacional, subiu 1,57%, fechando a R$ 75,00/sc de 60 kg na sexta-feira. Porém, de 22 a 25 de outubro, o Indicador permaneceu estável. Ao ser convertido para dólar, moeda prevista nos contratos futuros da BM&FBovespa, o Indicador fechou a US$ 34,26/sc de 60 kg na sexta, elevação de 0,85% em sete dias. A média ponderada das regiões paranaenses, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, teve aumento de 1,64% de 18 a 25 de outubro, a R$ 73,47/sc de 60 kg. No geral, o ataque de lagartas Helicoverpa sp ainda preocupa produtores de todas as regiões. Os que não registraram a ocorrência da praga têm feito o controle desde o início dos trabalhos de campo. 

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário