Clima e cancelamento de cargas dão tom negativo à soja em Chicago

Publicado em 26/12/2013 17:05 e atualizado em 26/12/2013 17:45 1224 exibições

As cotações da soja na Bolsa de Chicago encerraram com baixas significativas no pregão regular nesta quinta-feira (26). O vencimento Jan/14 fechou com perdas de 15 pontos cotado a US$13,18/bushel, se aproximando do patamar psicológico dos US$13,00/bushel. O vencimento Mar/14 encerrou cotado a US$13,05/bushel com baixa de 17,5 pontos e o Maio/14 perdeu o patamar dos US$13,00 , registrando queda de 16,75 pontos  a US$12,90/bushel.

O mercado voltou a ser pressionado por boatos sobre novos cancelamentos de cargas pela China. O site Agiculture.com,  divulgou que o mercado aguarda relatório de exportações semanais desta sexta-feira(27)  na expectativa de que se confirmem novos recuos nas compras. Na semana passada o USDA já havia apontado o cancelamento de 576 mil toneladas de soja por um destino desconhecido.

Os investidores também acompanharam os mapas meteorológicos para a América do Sul nos próximos dias, região que vinha sofrendo com o calor e 

déficit hídrico. De acordo com os serviços de meteorologia, as chuvas vão aumentar na Argentina ao longo da próxima semana, podendo aliviar o estresse hídrico ocasionado por uma recente massa de ar seco e quente. Partes do sudoeste do Brasil também deverão se beneficiar de um clima chuvoso na próxima semana.

 A Bolsa  Chicago também registrou queda nas cotações do milho. A nova rejeição de embarques norte-americanos por parte da China deu o tom negativo aos preços.  

 

SOJA >>>

MILHO >>>

TRIGO >>>

Tags:
Fonte:
Noticias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário