Rabobank aponta para queda nos preços de soja e milho após alta recente

Publicado em 30/05/2016 19:15
8377 exibições
Reuters

logo mini reuters noticias

CINGAPURA (Reuters) - Operadores do mercado de soja e milho já precificaram riscos dos impactos do clima adverso às lavouras da América do Sul, e as cotações podem sofrer pressões de queda, disse nesta segunda-feira o presidente do banco Rabobank de Cingapura.

Chuvas excessivas em importantes áreas de soja da Argentina antes da colheita, em março e abril, dispararam um rali nos preços do grão e do farelo.

No mesmo período, fortes exportações e seca no Brasil fizeram disparar as cotações domésticas e as perspectivas de embarques para o segundo semestre.

"Os preços da soja e do milho já incluem os últimos acontecimentos, de seca no Brasil e enchentes na Argentina", disse à Reuters Marcel van Doremaele, diretor do banco em Cingapura.

"Nós temos uma visão ligeiramente baixista em muitos desses grãos no momento e avaliamos que os mercados estão um pouco exagerados."

O Rabobank é especializado em commodities, com um foco em alimentos e agricultura.

Os contrato futuros da soja na bolsa de Chicago saltaram 22 por cento ante mínimas atingidas em abril, enquanto o farelo de soja acumula alta de quase 60 por cento.

Já o milho subiu para o maior patamar em 10 meses na semana passada.

"Nós temos visto muitos fundos de investimentos nestas áreas que passaram de posições líquidas vendidas para posições líquidas compradas", acrescentou o executivo.

(Por Naveen Thukral e Anshuman Daga)

Tags:
Fonte: Reuters

2 comentários

  • Carlos Henrique de Morais souza Jatai go - GO

    Como já disse o nosso caro Liones Severo o mundo precisa de alimentos, ou seja, o grão físico..., ninguém se alimenta de papéis (compra e venda de posições em contratos);... cadê o grão físico??? pelo menos aqui em nossa região do sudoeste goiano a soja que acabamos de colher já não existe mais, isso porque a produtividade da soja não foi das piores, imaginem o resto das regiões produtoras com problemas climáticos que todos já conhecem ... vamos valorizar nossos esforços??!!...

    2
  • João Biermann Tapera - RS

    Especializado em especular, esses caras sempre vem encher o saco... hur dur vai baixar hur dur.

    1
    • FARIAS TOIGOPORTO ALEGRE - RS

      Olha como ele diz os fundos estão comprados então por enquanto não teríamos uma pressão de venda, eu quero saber daqui a pouco aonde que vão achar soja para comprar. tendência continua altista para 12,00 o bushel.

      4
    • ALEXANDRE SCAPUCIMRIO VERDE - GO

      Olhando esse senario e analisando, a classe produtora tinha que ser mais unida. Deveríamos fazer uma safra aí sim nossa mercadoria ia ter valor, enquanto isso vamos continuar trabalhando pras Multi, Petrobras ... Isso seria um senario constate preços altos sempre.

      1
    • WELLINGTON ALMEIDA RODRIGUESSUCUPIRA - TO

      Olha simplesmente o cenário, a soja , no físico, só tem papéis, papel não enche barriga de ninguém , cadê a produção da América do Sul, não era recorde , onde, que local , chega , rapaz ninguém e trouxa não , hoje temos informações no Brasil inteiro em tempo real , o que manda no mercado hoje , e oferta e demanda, soja e milho vai subir mais , vai passar de 12 dólares o bushel,

      0
    • FARIAS TOIGOPORTO ALEGRE - RS

      Concordo plenamente com o sr. teremos preço da soja nos portos na faixa de 100,00 por sc

      0