Soja: Mercado mantém sessão de volatilidade em Chicago nesta 4ª feira antes dos novos números do USDA

Publicado em 10/08/2016 12:28
760 exibições

A semana é de novo boletim de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e, como tradicionalmente acontece, o mercado internacional de grãos atua com certa volatilidade, porém, optando por oscilações menos intensas, com os traders na defensiva à espera dos números. 

Assim, por volta de 12h (horário de Brasília), os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago devolviam parte das altas registradas mais cedo e perdiam, entre as posições mais negociadas, entre 4,75 e 6,25 pontos, em um movimento de correção técnica. 

Os números mais aguardados são os de produtividade e os das exportações norte-americanas. As pesquisas iniciais de consultorias privadas indicam que o rendimento pode ser revisto para cima. Já as especulações sobre a demanda se intensificaram depois que, nas últimas duas semanas, o USDA chegou com anúncios de novas vendas em dias consecutivos e de volumes expressivos. 

Paralelamente, há ainda a questão climática no Meio-Oeste dos EUA que permanece no radar dos traders e investidores e permitindo ainda um bom desenvolvimento das lavouras americanas e, portanto, reforçando as perspectivas de uma grande safra americana na temporada 2016/17. O potencial da produção também virá no novo reporte do USDA. 

"O clima ainda pode trazer algumas surpresas em agosto, mas as ameaças estão começando a diminuir. Se os rendimentos subirem e forem bons, o patamar dos US$ 10,00 pode ser uma memória nesta temporada", diz o analista do portal internacional Farm Futures, Bryce Knorr.  

 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário