Focos de ferrugem asiática em Mato Grosso surgem e produtor deve estar atento com novembro

Publicado em 05/10/2016 07:56
155 exibições

Apesar de ser em soja guaxá (nascida voluntariamente), a ferrugem asiática já dá sinais de que pode causar dor de cabeça aos sojicultores mato-grossenses nesta safra 2016/2017. Até o momento três casos foram confirmados, porém a proliferação pode ser maior, principalmente em novembro com as chuvas se regularizando.

Todos os casos em Mato Grosso, segundo informações do Consórcio Antiferrugem, foram constatados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O primeiro foco foi verificado no dia 18 de agosto em Primavera do Leste, em estádio R4, e em Campo Verde, no estádio R5 da doença. 

Já no dia 16 de setembro, data em que a semeadura da soja foi liberada em Mato Grosso, um segundo foco em soja guaxá foi constatado em Primavera do Leste já em estádio R3 da doença.

Ao todo no Brasil, 27 focos foram confirmados, como aponta o Consórcio Antiferrugem, até o dia 03 de outubro. Além de Mato Grosso, Paraná (8) e São Paulo (16) contam com casos de ferrugem asiática.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto

Tags:
Fonte: Olhar Direto

Nenhum comentário