Aprosoja PI divulga nota de repúdio sobre estudo que mostra potencial limitado do Matopiba

Publicado em 24/11/2016 17:13
590 exibições

A ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SOJA DO ESTADO DO PIAUÍ (APROSOJA/PI), entidade de classe que congrega os produtores de soja e outras culturas, inscrita no CNPJ sob o nº. 18.787.249/0001-54, seccional da Associação Brasileira dos Produtores de Soja, com endereço para correspondência constante no rodapé, e representando as diversas entidades que compõem sua base conforme Estatuto; juntamente com a CÂMARA SETORIAL DO AGRONEGÓCIO PIAUIENSE (CSA/PI), criada através do Decreto Estadual nº 16.633 de 14 de junho de 2016, no cumprimento de suas atribuições previstas no Art. 1º deste decreto e por meio dos órgãos e entidades que a compõem (Art. 2º), VEM a público manifestar REPÚDIO a matéria publicada pelo Valor Econômico, na data de 21/11/2016, que tem como Título: “Matopiba está perto do limite”, e replicada por demais meios de comunicação.

Tal matéria, além de preconceituosa por não considerar as especificidades de cada região, inclusive dentro do próprio MATOPIBA (que aqui abreviaremos em letras maiúsculas), tem um intuito claro de desviar os possíveis investimentos para outras regiões num momento de escassez de recursos.

Expressar através de uma consultoria (Agroícone) que os produtores devem evitar o MATOPIBA e priorizar os investimentos em áreas do cerrado das regiões centro-oeste e sudeste soa, no mínimo, tendencioso, uma vez que, apesar de ser denominada como “fronteira agrícola” por apresentar sim elevado potencial de expansão, vem se consolidando como importante região produtora do país a pelo menos duas décadas. 

Cliqua AQUI para ler a nota na íntegra.

E veja ainda:

>> Lideranças contestam estudo que questiona potencial agrícola do Matopiba

Tags:
Fonte: Aprosoja PI

0 comentário