Soja: Mercado já reflete números do USDA e sobe mais de 20 pontos nesta 5ª feira em Chicago

Publicado em 12/10/2017 13:35
960 exibições

LOGO nalogo

Após o reporte do novo boletim de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os preços da commodity voltaram a subir com mais força na Bolsa de Chicago (CBOT) no pregão desta quinta-feira (12). Às 13h18 (horário de Brasília), as principais posições da oleaginosa exibiam ganhos de mais de 22 pontos. Os vencimentos mais longos retomaram o patamar de US$ 10,00 por bushel. O novembro/17 era cotado a US$ 9,87 por bushel.

Na contramão do esperado pelo mercado, o órgão revisou ligeiramente a perspectiva da safra americana no ciclo 2017/18. A projeção é que sejam colhidas 120,58 milhões de toneladas de soja no país. Em setembro, o número era de 120,59 milhões de toneladas e as apostas dos investidores estavam próximas de 121,03 milhões de toneladas. A produtividade também recuou de 56,57 sacas para 56,12 sacas por hectare.

Já os estoques finais americanos ficaram em 11,72 milhões de toneladas, contra as 12,93 milhões de toneladas reportadas no mês passado. A expectativa do mercado era de 12,93 milhões de toneladas. O departamento ainda elevou a área plantada nesta temporada de 36,22 milhões para 36,5 milhões de hectares. Já a área colhida passou de 35,86 milhões para 36,22 milhões de hectares.

Leia mais:

>> Soja: USDA reduz estimativas para a safra dos EUA e estoques finais

Apesar da influência maior do relatório hoje, os participantes do mercado ainda acompanham as informações sobre a colheita do grão nos EUA e também as chuvas e o plantio da safra 2017/18 no Brasil.

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário