Paraná vê colheita de soja ultrapassar 50% da área; lavouras apresentam melhora

Publicado em 26/02/2019 12:15
314 exibições

LOGO REUTERS

Por José Roberto Gomes

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de soja da safra 2018/19 no Paraná já ultrapassa metade da área cultivada no Estado, com as lavouras apresentando alguma melhora de qualidade nos últimos dias, informou o Deral nesta terça-feira, em meio a recentes chuvas que têm compensado parte das perdas provocadas pela estiagem entre dezembro e janeiro.

Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), vinculado à Secretaria de Agricultura paranaense, até a véspera 51 por cento dos 5,4 milhões de hectares semeados com soja no Estado haviam sido colhidos, avanço de 9 pontos percentuais em uma semana e bem acima dos 27 por cento observados há um ano.

A colheita adiantada reflete um plantio antecipado, já que chuvas entre setembro e novembro garantiram boas condições para a semeadura da oleaginosa no Paraná.

A partir de dezembro, precipitações irregulares e altas temperaturas estressaram as plantações locais, e hoje o Deral vê uma safra 15 por cento menor em 2018/19, de 16,35 milhões de toneladas, o que levaria o Paraná a perder o posto de segundo maior produtor brasileiro de soja para o Rio Grande do Sul.

Embora o cenário dificilmente se altere muito, chuvas nos últimos dias trouxeram algum alento aos produtores paranaenses.

Conforme o Deral, agora são 72 por cento das lavouras em condição "boa" e 4 por cento em "ruim", enquanto na semana anterior eram 67 e 5 por cento, respectivamente. Um ano atrás, nenhuma plantação estava classificada como "ruim" e 87 por cento figuravam como "boa".

Dados do Agriculture Weather Dashboard, do Refinitiv Eikon, mostram que nos últimos 15 dias as chuvas ficaram acima da média para o período em praticamente todo o Paraná. Na porção sul do Estado chegou a chover até 38,5 milímetros mais do que o normal, enquanto no norte foram 25 milímetros superiores ao esperado.

Para as próximas duas semanas, a previsão também é de precipitações acima da média em todo o Estado, ainda segundo o Agriculture Weather Dashboard.

MILHO

O Deral informou ainda que a colheita de milho primeira safra chegou a 32 por cento da área, contra 10 por cento há um ano.

Já o plantio da segunda safra já atinge 73 por cento, bem acima dos 42 por cento de um ano atrás, conforme produtores tentam aproveitar a colheita adiantada da soja para semear o cereal dentro de uma boa janela de condições climáticas.

O órgão espera produção de 12,76 milhões de toneladas na segunda safra deste ano, volume 39 por cento maior na comparação com a temporada passada.

Para a primeira safra, a expectativa é de colheita de 3 milhões de toneladas.

(Por José Roberto Gomes)

Tags:
Fonte Reuters

Nenhum comentário