Soja fecha com ligeiro avanço em Chicago com suporte das preocupações sobre o clima nos EUA

Publicado em 15/04/2019 16:52
1233 exibições

LOGO nalogo

Como começaram os preços da soja terminaram o dia na Bolsa de Chicago nesta segunda-feira (15), registrando leves altas entre os principais contratos. O vencimento maio encerrou os negócios com US$ 8,98 por bushel, enquanto o agosto terminou a sessão com US$ 9,18. Os ganhos foram de pouco mais de 3 pontos, no entanto, ao longo do dia, os futuros da oleaginosa até chegaram a testar avanços um pouco mais expressivos. 

"Campos inundados e o tempo frio em grandes áreas do Meio-Oeste americano ajudaram os futuros da soja e do milho a garantirem algumas pequenas altas neste início de semana", explica o analista do portal Farm Futures, Ben Potter. "É meio de abril, mas isso não impediu a neve de chegar em várias regiões produtoras nos últimos dias. A maior parte do país irá receber mais chuvas consideráveis pelo menos até sábado, especialmente em áreas perto do rio Mississipi", completa. 

Segundo institutos meteorológicos norte-americanos, está prevista a chegada de um novo sistema trazendo ainda mais tempestades para o Delta e para o Vale do Mississipi nos próximos dias. 

O mapa do NOAA para o período dos próximos sete dias - de 15 a 22 de abril - mostram que os maiores acumulados de chuvas estão agora concentrados mais ao leste e nordeste dos Estados Unidos. O centro do país, no entanto, ainda recebe alguns bons volumes. 

EUA 7 dias

Leia mais:

>> Nos EUA, continuam as chuvas e frio intenso, além de ventos fortes do Meio-Oeste

Além disso, há ainda algum otimismo em torno das negociações entre China e Estados Unidos, e mesmo com o mercado desgastado pelas especulações sobre essa pauta, qualquer pequena novidade provoca reações - também pequenas - no mercado internacional. 

Segundo o Secretário do Tesouro norte-americano, Steve Mnuchin disse às agências internacionais que "estão chegando à rodada final destes problemas", com a China concordando com alguns pontos-chave do acordo. 

Ainda nesta segunda, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou a venda de 140 mil toneladas de soja da safra 2018/19 para destinos não revelados e também ajudou a sustentar as cotações. 

O mesmo aconteceu com os embarques semanais norte-americanos, os quais vieram dentro das expectativas. O total foi de 460,667 mil toneladas, dentro das expectativas do mercado de 440 mil a 900 mil toneladas. Os números referem-se à semana encerrada em 11 de abril e foram divulgadas no boletim do departamento nesta segunda-feira (15). 

Em toda a temporada, os embarques americanos da oleaginosa somam 30.648,830 milhões de toneladas, contra mais de 42 milhões do ano passado, nessa mesma época. 

Estes, como explica o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, ainda são números fracos e por isso limitam as preocupações com o clima que são sentidas no Corn Belt. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário