Soja: Mercado futuro opera em campo misto na sessão desta 2ª feira na Bolsa de Chicago

Publicado em 09/09/2019 10:56 e atualizado em 09/09/2019 17:11
586 exibições
Mercado aguarda as atualizações do relatório do USDA

LOGO nalogo

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão desta segunda-feira (09) operando em campo misto. O principal contrato da commodity exibia queda de 2,00 e os demais vencimentos registram ligeiras altas de 1,25 pontos, por volta das 10h41 (Horário de Brasília). O contrato setembro/19 era negociado a US$ 8,43 por bushel, enquanto, o vencimento novembro/2019 trabalhava US$ 8,59/bushel.

O Consultor Cerealpar e Agro Cult, Steve Cachia, destacou em no informativo diário que as cotações futuras de soja na Bolsa de Chicago ainda contagiados pelo pessimismo trazido pela falta de perspectiva de acordo na guerra comercial EUA/China e o mercado opera com leves quedas. “Traders devem ajustar posições a espera das atualizações de desenvolvimento das lavouras americanas, oferta e demanda dos EUA e condições climáticas”, afirma Cachia. 

De acordo com a análise de Bryce Knorr da Farm Futures, o mercado futuro de grãos caiu principalmente durante a noite para o dia, falhando em manter os ganhos iniciais, apesar das esperanças otimistas dos relatórios do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos nesta quinta-feira. “O mercado futuro de grãos caiu principalmente da noite para o dia, falhando em manter os ganhos iniciais, apesar das esperanças otimistas dos relatórios do USDA de quinta-feira”, afirma Knorr. 

Ainda segundo as informações da Farm Futures, o produtores rurais americanos ainda relatam rendimentos inferiores às estimativas de 12 de agosto do USDA, mas observaram melhores condições pela segunda semana consecutiva. 

Nesta segunda-feira, a moeda americana testa um recuo de 0,60% e cotado a 4,0540 reais na venda, por volta das 09h07. “O dólar abriu em firme queda contra o real nesta segunda-feira, nas mínimas desde 22 de agosto, num pregão positivo para ativos de risco no exterior que beneficiava moedas emergentes, ações e petróleo”, informou a Reuters. 

Leia mais: 

>> Soja: Procura externa por soja nacional segue baixa no início de setembro

>> Dólar cai a mínimas desde 22 de agosto com exterior favorável ao risco

Confira como fechou o mercado na última sexta-feira:

>> Soja: Mercado no Brasil registra baixas de R$ 2 a R$ 3 nos preços para fechar a semana

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário