Embarques de soja do Brasil ganham ritmo no mês; os de milho têm recuo, diz Secex

Publicado em 21/10/2019 16:16 e atualizado em 21/10/2019 17:17
465 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações diárias de soja do Brasil em outubro aumentaram ante a média de setembro, enquanto os embarques de milho apresentaram um ritmo mais lento na mesma comparação, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), publicados nesta segunda-feira.

Em 14 dias úteis deste mês, o Brasil exportou 221,6 mil toneladas de soja por dia em média, versus 211,8 mil em setembro, quando as exportações atingiram ao todo 4,44 milhões de toneladas. Até o momento, em outubro, os embarques da oleaginosa somaram 3,1 milhões de toneladas.

Os embarques de soja do Brasil, maior exportador global, vinham decrescendo desde maio, com os embarques de milho ganhando protagonismo a partir de julho, à medida que o país escoa uma safra recorde do cereal de cerca de 100 milhões de toneladas.

No acumulado do ano até setembro, as exportações de soja do Brasil somaram 60,87 milhões de toneladas, enquanto o governo estima embarques anuais de 70 milhões de toneladas.

Em outubro, as exportações diárias de milho na primeira parte do mês somaram 276,6 mil toneladas, ante 309,6 mil toneladas em setembro, quando atingiram ao todo 6,5 milhões de toneladas, segundo dados da Secex.

Até o momento, em outubro, as exportações de milho somaram 3,9 milhões de toneladas.

Ainda assim, o Brasil (segundo exportador global) caminha para embarcar um recorde de 38 milhões de toneladas de milho. Até setembro, segundo os números oficiais, as exportações do grão somaram 29,75 milhões de toneladas, de acordo com números oficiais.

(Por Roberto Samora)

Tags:
Fonte: Reuters

0 comentário