Soja atrasada pode impactar janela do milho ‘safrinha’

Publicado em 01/11/2019 11:21
508 exibições
Safra 2019/20 da oleaginosa avança com ritmo melhor, mas registra áreas com necessidade de replantio

O ritmo de plantio da safra 2019/20 de soja no Brasil melhorou nas últimas semanas. Ainda assim, haverá casos de replantio, sinalizando alerta em relação à janela de semeadura do milho ‘safrinha’ no começo do próximo ano.

Em meio às incertezas, a área plantada de soja foi revisada para cima na atualização divulgada nesta sexta-feira (01) pela INTL FCStone. Estados como Maranhão, Piauí, Goiás e Mato Grosso do Sul levaram o grupo a recalcular a área para 36,5 milhões de hectares (contra os 36,4 milhões de hectares divulgados em outubro). Esse ajuste respingou em leve aumento de 0,3% na produção de soja, agora em 121,8 milhões de toneladas.

O ligeiro aumento da oferta foi revisado em contexto de aumento no consumo doméstico – de 46,5 milhões de toneladas no levantamento anterior para os atuais 48 milhões de toneladas – diante de produção e exportações aquecidas de carnes e do aumento da mistura de biodiesel no diesel; situação que aperta os estoques em 3,35 milhões de toneladas contra os mais confortáveis 4,59 milhões de toneladas, divulgados anteriormente.

As exportações foram mantidas em 72 milhões de toneladas, número com espaço para revisão, em meio à guerra comercial entre EUA e China e com dúvidas quanto à demanda do país asiático.

1ª safra de milho

Para a primeira safra de milho, a estimativa de produção da INTL FCStone ficou em 26,46 milhões de toneladas, ante as 26,85 milhões de toneladas calculadas em outubro, em virtude de uma mudança na metodologia de apuração, para ficar em linha com a Conab, que reclassificou alguns estados (majoritariamente do nordeste) para a categoria de 3ª safra.

Diante dessa alteração de metodologia, a área plantada da primeira safra passou a ficar mais próxima dos 4 milhões de hectares do que dos 5 milhões. A estimativa de área plantada da INTL FCStone para o ciclo de verão de milho ficou em 4,17 milhões de hectares.

Tags:
Fonte: INTL FCStone

0 comentário